A saúde vegetal e as suas ameaças: pragas e doenças

Lagarta na soja

Os efeitos negativos do ataque de pragas sobre a saúde vegetal estão associados a perdas econômicas na ordem de bilhões de reais, em culturas como a soja e o milho, por exemplo. Por isso é fundamental conhecermos melhor a saúde vegetal.

O que é saúde vegetal?

Um organismo está saudável quando é capaz de exercer de maneira plena as suas atividades naturais. Logo, a saúde vegetal é um estado no qual uma planta é capaz de crescer e se reproduzir perfeitamente.

Para permanecerem saudáveis, os vegetais devem ser capazes de resistir a situações de stress, devem lidar com as pragas e devem produzir hormônios que estimulam o seu desenvolvimento e a sua reprodução. Porém, estas habilidades não estão restritas aos vegetais, pois, entre os micro-organismos de solo, há muitas espécies que podem auxiliar as plantas na sua defesa contra pragas e na sua proteção contra as diferentes formas de estresse, além de serem capazes de promover o crescimento vegetal.

Os organismos que ameaçam a saúde vegetal

Todos os seres vivos interagem entre si no seu habitat natural. Algumas destas interações são negativas, uma vez que um dos organismos se beneficia enquanto outro é afetado. Um exemplo de interação negativa é o parasitismo. Nela, um organismo, o parasita, infecta e se apropria dos recursos de outro , o hospedeiro. O parasitismo é uma das maneiras mais comuns pelas quais um organismo pode ameaçar a saúde de uma planta. Ele está associado com bactérias e fungos fitopatogênicos.

Mas, não é apenas por meio do parasitismo que uma planta pode ter sua saúde ameaçada. Isso também ocorre em outro tipo de interação negativa, na qual um organismo utiliza diretamente um vegetal como seu alimento. Um exemplo desta interação é observado quando uma lagarta consome as folhas de uma planta.

Manchas, necrose, podridão e queimaduras nos tecidos das plantas são evidências da presença de organismos que ameaçam a saúde vegetal. Muitas vezes, estes efeitos são drásticos ao ponto de levar a planta à morte. Além disso, uma mesma espécie vegetal está sujeita a várias pragas e doenças que ameaçam a sua saúde.

O microbioma e o combate às pragas agrícolas

Para evitarmos os efeitos danosos das pragas sobre a saúde vegetal, devemos adotar práticas agrícolas adequadas para cada tipo de cultura, assim como as medidas corretas de controle destes organismos prejudiciais. Porém, podemos ir além, conhecendo as proteções naturais que os solos oferecem aos vegetais contra estas pragas, que são os micro-organismos capazes de controlar os vários tipos de pragas que ameaçam a saúde vegetal, como fungos e bactérias, que combatem nematoides e outras doenças de solo. Estes micro-organismos são parte do microbioma dos solos agrícolas e conhecê-los melhor ajuda a manter e a promover a sanidade vegetal.

A startup Biome4All está comercializando no Brasil a Agri-Analysis, plataforma que analisa o DNA de bactérias e fungos presentes no solo e a partir desta informação é possível estabelecer parâmetros de qualidade do solo e inferir produtividade agrícola e riscos à biossegurança.

Dr. Marcus Adonai Castro da Silva – cofundador da Biome4al