Análise genética do solo orienta posicionamento de produtos biológicos

A startup Biome4All, em parceria com a empresa de insumos biológicos Biotrop, analisou o metagenoma do solo em áreas de soja do Rio Grande do Sul para avaliar as características da microbiota de diferentes regiões do estado. Por meio da plataforma Agri-Analysis, foram analisadas 48 amostras de solo.

A Agri-Analysis analisa o DNA de bactérias e fungos presentes no solo e a partir dessas informações é possível estabelecer parâmetros de qualidade do solo e inferir produtividade agrícola e riscos à biossegurança.

De acordo com Marcus Adonai Castro da Silva, co-fundador da Biome4all, foram caracterizados atributos relacionados à saúde e fertilidade do solo, bem como a descrição das comunidades de micro-organismos. “Esses dados foram correlacionados com os valores de produtividade e associados com as diferentes regiões e solos de origem, o que permitiu identificar micro-organismos e processos que estavam associados à alta produtividade.”

Para a pesquisadora da Biotrop, Juliana Marcolino Gomes, os resultados possibilitaram uma maior compreensão da biologia dos solos, permitindo identificar deficiências e ameaças que podem ser manejadas com um posicionamento assertivo. “Pela associação com a produtividade, e identificando as eventuais deficiências dos solos analisados, as recomendações, quanto ao uso e desenvolvimento de bioinsumos, podem ser mais precisas”, orienta.

Além desses resultados, a plataforma Agri-Analysis realizou análises personalizadas, permitindo a comparações entre as amostras e o desenvolvimento de um banco de referência específico para a região avaliada.