Um ano de análise de solo: o que fizemos até agora

Em setembro de 2020 nós, da BIOME4ALL, lançamos a Agri-Analysis. Ela é nossa plataforma de análise de solo. Porém, desde o seu lançamento, nós analisamos amostras de vários tipos de culturas. Além disso, estas amostras vieram da maioria das regiões do país. Portanto, neste texto eu quero relatar o que realizamos durante este primeiro ano de comercialização da Agri-Analysis.

O banco de referência na nossa análise de solo

Toda a informação da Agri-Analysis tem um banco de amostras como referência. Isto é um destaque da nossa análise de solo. Contudo, este banco é específico para cada cultura. Inicialmente, ele foi construído com dados públicos. Porém, ao longo do último ano, nós aumentamos o banco com mais amostras. Elas vieram dos nossos próprios clientes. Entretanto, nós também usamos novos dados públicos.

Atualmente, o nosso banco de referência é formado por 50.164 amostras de solos. Estas amostras pertencem a 25 culturas diferentes. As três culturas com os maiores números de amostras são as de milho, trigo e arroz. Assim, estas três culturas compreendem 68% das amostras do banco. Além destas, a batata e a soja são exemplos de outras culturas presentes no nosso banco de referência.

As amostras de solo presentes em nosso banco contém dados de fungos e bactérias. Entretanto, as de bactérias são as mais numerosas, com um total de 33.985 amostras. Em relação com os fungos, estão presentes no banco 16.179 amostras. Em relação com o tipo de cultura, a maior parte das amostras de dados de bactérias é de arroz. Por outro lado, as de fungos são de solos de trigo. Porém, para algumas culturas, como manga e alho, não há amostras disponíveis hoje no banco de referência.

As culturas brasileiras que analisamos durante o último ano

Durante este último ano nós analisamos um grande número de amostras (Figura 1). Assim, atendemos vários clientes. por exemplo: produtores e consultores agrícolas, e empresas de insumos biológicos. No entanto, a principal cultura que nós analisamos foi a soja. Com certeza isto não surpreende, uma vez que a soja é uma das principais culturas produzidas no Brasil. Em algumas destas análises nós utilizamos a Agri-Analysis para extrair dados microbianos do solo. Em seguida, relacionamos eles com a produtividade das amostras. Com isso nós revelamos resultados bastante interessantes.

Figura 1. Tipos de amostras analisadas pela BIOME4ALL através da Agri-Analysis, ferramenta de análise de solo, durante o período de set/2020 a set/2021.

A segunda cultura mais analisada foi a de milho. Outras culturas das quais analisamos os solos foram uva, cana, goiaba e café. Além destes solos, nós também analisamos amostras de produtos biológicos e de composto. Com elas nós caracterizamos estes produtos. Além disso, nós comparamos eles com os solos nos quais eles foram aplicados.

Durante a condução destas análises nós recebemos comentários muito úteis dos nossos clientes. Entretanto, isto também ocorreu na entrega dos resultados. Logo, realizamos ajustes na Agri-Analysis. Eles tornaram ela ainda mais informativa. Contudo, também recebemos comentários sobre a nossa coleta. Portanto, também melhoramos o procedimento que adotamos na nossa análise de solo.

Dr. Marcus Adonai Castro da Silva – co-fundador da Biome4all.