Cinco formas de conservar a qualidade do solo

Como manter a qualidade do solo

A qualidade do solo é essencial para o equilíbrio do sistema agrícola e responsável pela produtividade e qualidade dos cultivos. Seguem abaixo, cinco formas de conservar ou recuperar a qualidade do seu solo:

1) Preparo da área

O preparo da área de cultivo não é apenas essencial para o sucesso da lavoura, se conduzido de maneira correta, proporciona uma melhor preservação do solo para os plantios futuros. Nesse preparo, todo o conjunto de características físicas do solo, como a sua textura e a sua compactação, devem ser consideradas, em harmonia com o sistema de cultivo adotado.

2) Adubação correta

O processo de adubação é fundamental para garantir o fornecimento adequado de vários nutrientes para os vegetais. Porém, não pode nem deve ser feita de qualquer maneira, pois o excesso de adubo também pode prejudicar a qualidade do solo e do meio ambiente, além de resultar em um maior custo de produção.

Para se conduzir corretamente a adubação, é necessário consultar um agrônomo, que vai orientar o produtor em relação à adoção dos procedimentos corretos. Provavelmente, o agrônomo requisitará várias análises do seu solo, pois a adição adequada de adubos depende das suas características naturais. Tais análises fornecerão informações sobre quais nutrientes se encontram deficientes e em quais quantidades eles devem ser adicionados.

3) Plantio direto

O plantio direto é um sistema de cultivo no qual se mantém a camada superficial de material vegetal do solo, a palhada. Ou seja, o solo é semeado sem que seja revolvido. Em outras palavras, nesse sistema de cultivo você não realiza a aragem e a gradagem e a manipulação do solo é mínima – ela só ocorre durante a semeadura.

O plantio direto é uma das técnicas que permite elevar a produtividade, ao mesmo tempo em que se busca a manutenção da qualidade do solo. Com a presença de palhada, reduz-se a erosão do solo e as perdas de água. Também há um aumento na quantidade de matéria orgânica. Com isso, proporciona-se uma maior atividade microbiana e um equilíbrio térmico de solo mais favorável. Porém, o plantio direto deve estar aliado a um bom conhecimento técnico e a um programa de manejo integrado de pragas.

4) Rotação de culturas

Outro sistema de cultivo que ajuda a manter a qualidade do solo é a rotação de culturas. Nessa técnica, vários tipos de vegetais são cultivados na mesma área, mas em momentos diferentes e de forma alternada. Este sistema de cultivo ajuda a combater os problemas que surgem por causa do cultivo sucessivo da mesma espécie, em um mesmo solo, por vários anos seguidos, incluindo a degradação do solo.

Entre os efeitos benéficos da rotação de culturas sobre o solo podemos citar:

  1. Manutenção de uma estrutura menos compactada, favorecendo a penetração de água;
  2. Maior disponibilidade de matéria orgânica e nutrientes;
  3. Menor incidência de pragas e doenças.

5) Análise do solo

Da mesma maneira que devemos realizar exames de rotina para verificar a nossa saúde, o produtor deve analisar o seu solo periodicamente, para garantir que se mantenha saudável, garantindo as safras futuras.

Quando se realiza essas análises, é preciso abranger todos os aspectos do solo que influenciam o sucesso da lavoura. Deve ser feita a análise química do solo, para verificar se os níveis de adubação estão adequados ou se estão em excesso. Também é necessário verificar as características físicas do solo, garantindo, por exemplo, uma porosidade que favoreça o crescimento vegetal.

Recentemente, temos observado uma preocupação maior com outro componente do solo: a sua biota. Isso porque cada vez mais estamos reconhecendo a importância dos organismos que vivem no solo para manter a sua qualidade e favorecer a saúde dos cultivos. Dessa forma, é preciso considerar uma avaliação do componente biológico do solo entre as suas análises.

A análise genética que a Biome4all realiza, por meio da plataforma AgriAnalysis é uma excelente forma de se conhecer melhor a biota do solo. Com ela, se pode verificar desde a presença de organismos maléficos, até aqueles que atuam de forma benéfica para as plantas. As informações devem ser usar para auxiliá-lo na manutenção da qualidade do solo, visando garantir a sustentabilidade do seu negócio.

Dr. Marcus Adonai Castro da Silva – cofundador da Biome4all.