Como os micro-organismos podem fornecer potássio para as plantas?

A fertilidade do solo é uma preocupação constante do agricultor. Neste sentido, considerando as demandas nutricionais das plantas, um dos elementos químicos que mais se destacam é o potássio.

Isso porque os solos geralmente apresentam baixos teores de potássio solúvel (prontamente acessível aos vegetais), apesar de possuírem bons estoques em formas minerais.

Assim, quando há limitação nutricional no solo, o agricultor deve realizar a fertilização. No entanto, este modo convencional, apesar de benéfico para a produção agrícola, pode gerar graves consequências ao meio ambiente.

Além disso, também existe o risco da enorme dependência de fertilizantes produzidos no exterior, o que pode ser um problema se houver algum conflito geopolítico, por exemplo.

Sendo assim, algumas alternativas à fertilização tradicional podem trazer grandes benefícios para a agricultura. Uma delas, considerando o potássio, é o uso de micro-organismos. Saiba mais sobre o assunto a seguir:

Micro-organismos que solubilizam o potássio

A principal forma pela qual os micro-organismos podem tornar o potássio disponível às plantas é através da solubilização do nutriente, feita a partir dos minerais do solo.

A solubilização acontece quando os micro-organismos liberam ácidos orgânicos no meio, removendo o potássio presente em minerais como as micas e os feldspatos ou os que estejam ligados às partículas do solo. Já os ácidos orgânicos são liberados durante o metabolismo celular normal dos micro-organismos.

Bactérias e fungos realizam a solubilização do potássio. Algumas das bactérias conhecidas, que realizam este processo, incluem os gêneros Pseudomonas, Bacillus e Paenibacillus. Entre os fungos se destacam Aspergillus e Penicillium.

Existem poucas informações disponíveis sobre a solubilização de potássio por parte das micorrizas, mas elas também conseguem realizar este processo.

Benefícios do uso de seres solubilizadores de potássio

Uma maneira de aproveitarmos o potencial destes micro-organismos na lavoura é aplicando produtos biológicos com espécies capazes de solubilizar o potássio, inclusive alguns dos organismos comercializados como ativos biológicos para outros fins.

Além de fornecer este nutriente às plantas, os micro-organismos solubilizadores de potássio também podem ser benéficos na solubilização de outros nutrientes, incluindo o fósforo e microelementos.

Eles também podem promover o crescimento vegetal, produzindo fitohormônios e fixando nitrogênio. Vários estudos demonstraram o ganho de produtividade com o emprego de organismos solubilizadores de potássio.

Avaliação do fornecimento microbiano de potássio

O uso dos micro-organismos para incrementar a fertilidade do solo, incluindo o fornecimento de potássio, deve ser devidamente embasado com análises apropriadas.

Neste sentido, a Biome4all, através da plataforma Agri-Analysis, realiza a análise genética de solo para conhecer o potencial natural da microbiota em fornecer potássio, indicando gêneros de organismos promotores de crescimento presentes nele.

Assim, podemos direcionar, de maneira mais assertiva, as ações práticas no manejo do potássio e no manejo biológico adotado no solo, verificando o ganho funcional oferecido pela estratégia biológica adotada.

Para saber mais sobre as aplicações das ferramentas de análise genética para a avaliação do potencial de solubilização do potássio, entre em contato conosco.

Texto: Marcus Adonai Castro da Silva, microbiologista e cofundador da Biome4all